Skip to content

7 Tendências do Digital em Portugal para 2016

O primeiro mês de 2016 já terminou e com ele muitas das tendências do Digital em Portugal já se começam a comprovar, escolhi 7 que acredito serem as mais gritantes e que serão mais transversais às áreas económicas e pessoais, ao longo do tempo vou partilhando neste blog, percepções que vou tendo do mundo digital e como o poderá utilizar para potenciar as suas relações e negócios, mas para já deixou-o com a minha selecção.

1 – O Mobile continuará o seu aumento exponencial

Mobile joaospvz

Começo pela tendência tradicional ano após ano, 2016 não ficará atrás, enquanto antes qualquer negócio necessitava de um website, hoje esse website tem de ser, imperativamente, mobile friendly.

A proliferação dos smartphones e mobilidade dos empresários leva a que cada vez mais se pesquise informações a se aceda a websites através do browser dos smartphones, muitas pequenas empresas ainda não estão completamente cientes desta necessidade e estão a perder o principal meio de acesso à internet do seu possível cliente, algo que certamente será percebido este ano.

Verifique, no seu smartphone, o website dos seus concorrentes .

Onde está a ler este texto? Deixe aqui nos comentários a sua resposta e veja através de que plataforma outros leitores estão a ler.

2 – Snapchat vai finalmente decolar

Globalmente, 2015 terá sido o ano do Snapchat mas Portugal ainda ficou para trás, prevê-se que este ano seja o ano.

Muito utilizada pelos teenagers está rede social tem cativado a atenção de diversas marcas, mas com poucas apostas até ao momento, no entanto no final de 2015 as grandes empresas de comunicação apostaram nesta rede social, através dos seus segmentos jovens, e o Buzz gerado tem atraído a atenção de diversos directores de marketing por todo o pais, espera-se que este ano mais campanhas interessantes surjam nos snapchats portugueses.

O Expresso, um dos tradicionais semanários em Portugal e já se encontra a apostar neste no meio de comunicação de forma a captar a atenção de leitores mais jovens.

2016-02-02 11.54.00

3 – WhatsApp está a manter os seus contactos internacionais, sem recorrer ao Roaming

A comum oferta de SMS’s grátis nos tarifários das principais operadoras foi um entrave crónico à adopção da WhatsApp por parte dos portugueses, por outro lado a grande vaga de imigração jovem trouxe a necessidade de contacto além fronteiras a baixo custo e a WhatsApp aproveitou para crescer entre o jovens.

A proliferação dos smartphones e a possibilidade de fazer telefonemas, introduzida na aplicação em 2015, cativou a atenção de cada vez mais utilizadores e cada vez mais se torna indispensável a empreendedores e empresários com negócios globais.

Alguma empresas já se encontram a tentar utilizar a aplicação para comunicar com os seus clientes, utilizando-a como linha de apoio a clientes, permitindo assim uma redução no custo das chamadas, com isto prevê-se que a sua utilização cresça mais este ano que no conjunto dos últimos anos em Portugal.

4 – Content Marketing e o efémero

conteudo efemero joaospvz

Cada vez mais os motores de busca beneficiam o conteúdo recente dos websites, penalizando o SEO de quem não o produz.

Esta é uma necessidade já percebida pela maioria das marcas, e diversas já implementaram procedimentos para atacar o ano com conteúdos relevantes e recorrentes.

Por outro lado esta nova tendência está a transformar o conteúdo e a torná-lo cada vez mais efémero, encontrar o ponto de equilibro entre os resultados do conteúdo e os custos de o criar será o desafio para os departamentos de marketing em 2016.

5 – O Video vai deixar de ser Tabu.

O Video tem vindo a ser tendência dos últimos anos, sem nunca se ter afirmado completamente em Portugal.

A cada vez melhor capacidade das câmaras fotográficas nos telemóveis e o surgimento de aplicações como o Meerkat, Periscope e Blab tem conseguido captar a atenção para a criação de conteúdos video que o Vine, e o próprio Youtube, não tinham conseguido.

Com cada vez mais empresas a comunicar com In-house vídeos globalmente as nacionais começam a perder o medo de os utilizar para interagir com os seus clientes, criando assim um meio de comunicação mais rápido, eficiente e principalmente com custo reduzidos.

6- Um Instagram vale mais do que mil palavras

As imagens continuam a estar na moda, e a criação de novas aplicações complementares como o Boomerang e Layout elevaram a proposta de valor do Instagram, aumentando o interesse e tempo dispensado pelos utilizadores na plataforma.

Com o lançamento de anúncios em Instagram via Facebook ads, abre-se um novo canal de promoção digital das marcas e um novo ponte de contacto com os possíveis clientes.

 

7 – A velocidade de adaptação é o maior fator do sucesso.

Digital train joaospvz

Para terminar deixo a que acredito ser a mais importante de todas.

O mercado está a mudar a um ritmo alucinante, relembrar o que era o facebook há pouco mais 3 anos, a proliferação dos smartphones, a simplificação da comunicação é um desafio que está a deixar as empresas mais tradicionais para trás, a rápida adaptabilidade é uma necessidade fulcral no mundo conectado de hoje, estar aberto à possibilidade de utilizar novas ferramentas e meios de comunicar com o cliente, on time, precisa de estar intrínseca na empresa e os seus profissionais preparados para isso.

No inicio de 2015, não era possível fazer anúncios no Instagram ou no twitter em Portugal, hoje é uma realidade e amanhã serão mais um meio comum, e aqueles que só agora estão a entrar na plataforma já terão de correr para conseguir um lugar na carruagem, e os melhores já não estão garantidos..

Está preparado para apanhar este comboio?

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.